Saúde

Setembro Amarelo: Assis realiza sensibilização sobre a prevenção ao suicídio

Como parte das ações da Campanha Setembro Amarelo, dedicada à prevenção ao suicídio, a Secretaria de Saúde de Assis Chateaubriand, através do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e do Comitê de Saúde Mental, realizou na manhã do último sábado (14) um trabalho de sensibilização na Avenida Tupãssi, com distribuição de panfletos a motoristas e pedestres, tendo como objetivo alertar a população a respeito da realidade do suicídio no Brasil e suas formas de prevenção.

O material entregue contém informações que abordam o tema, desde os sinais de alerta que devem ser levados em consideração pela família e amigos, e como ajudar a pessoa que se encontra em depressão. A Organização Mundial de Saúde estima que ocorram 12 mil suicídios por ano no Brasil.

“Temos que levar essa discussão para toda sociedade, pois o ato extremo é algo muito sério e precisamos estar atentos, seja na família, no ambiente de trabalho ou no convívio com amigos”, diz o secretário de Saúde, Renato Augusto Marcon.

Ele lembra que o Município oferece toda a estrutura para atendimento por meio do Centro de Atenção Psicossocial, que dispõe de profissionais para ajudar a quem precisa. As pessoas também podem buscar auxílio através do telefone 188, do Centro de Valorização à Vida, que atende diariamente e 24 horas por dia. A ligação é gratuita.

“Quero parabenizar aos nossos profissionais pela iniciativa e por contribuírem para melhorar o atendimento à população. A prevenção ao suicídio é um assunto que deve ser abordado sempre e, por isso, incentivamos a realização da campanha Setembro Amarelo”, diz o prefeito, João Pegoraro.

Sinais de alerta

- Mudanças de comportamento e de humor inesperadas e drásticas;

- Isolamento;

- Uso abusivo de álcool e drogas;

- Expressões como: “A minha vida não tem sentido”, “Estaria melhor se eu desaparecesse”, “Não aguento mais viver assim”, “Ninguém me entende” ou “Quero morrer”;

- Ameaças: a maior parte das pessoas que pensam em cometer suicídio apresenta sinais de alerta, que não devem ser ignorados ou encarados apenas como uma forma de chamar a atenção;

- Tentativas de suicídio anteriores.

Como ajudar

- Leve os sinais de alerta a sério;

- Converse com a pessoa;

- Pergunte diariamente;

- Fique atento aos sinais de alerta;

- Ofereça conforto e ajuda;

- Não guarde segredos.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--