Agronews

Soja sobe pelo 3º dia nos EUA

Pixabay

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na quinta-feira (05.12) alta de 6,25 pontos no contrato de Janeiro/20, fechando em US$ 8,8425 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com valorizações entre 6,25 e 6,75 pontos.

Os principais contratos futuros tiveram mais uma sessão de ganhos no mercado norte-americano da soja, marcando o terceiro dia consecutivo de recuperação das cotações. Mesmo com algumas compras pontuais, a falta de um acordo mais concreto na Guerra Comercial entre Estados Unidos e China segue impedindo maiores valorizações.

De acordo com o ARC Mercosul, o movimento de alta na soja em Chicago continua se sustentando com a intensificação da seca na Argentina: “Além dos problemas climáticos, produtores argentinos também se preocupam com a provável elevação tarifária nas exportações do grão, com a chegada de um governo esquerdista de [Alberto] Fernández. Os bastidores do mercado aqui na CBOT estão otimistas – aos preços – diante do possível desestímulo da expansão da soja na Argentina, caso a tributação se eleve”. 

“Hoje as tarifas sobre a exportação da soja estão em 26%, podendo serem elevadas para 35% com a nova presidência. Nos Estados Unidos as exportações da soja seguem lentas, mesmo com a adição de 10 MTs vendidas pra China no último mês. Nesta semana, um total de 683 mil toneladas da soja EUA foram vendidas, sendo o menor valor desde 2011 para o período”, concluem os analistas da ARC Mercosul.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--