Esportes

Suárez tenta retomar protagonismo na Champions

Com o gol marcado na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético de Madri, no último dia 6, o uruguaio Luis Suárez chegou a uma marca expressiva pelo Barcelona: quatro temporadas seguidas marcando pelo menos 20 gols no Campeonato Espanhol.
Uma sequência que, até então, só Lionel Messi e Cristiano Ronaldo haviam conseguido neste século.
Provada a sua importância para o domínio local do clube catalão, líder do Campeonato Espanhol e campeão de três das últimas quatro edições da competição, Suárez agora busca retomar uma posição de protagonismo no cenário internacional.
Ainda sem marcar na atual edição da Champions League, o uruguaio tentará quebrar o jejum nesta terça-feira (16), contra o Manchester United, em Barcelona, pelo jogo de volta das quartas de final do torneio. Na ida, os catalães venceram por 1 a 0.
O último gol de Suárez na competição aconteceu há mais de um ano. Foi na vitória por 4 a 1 diante da Roma, em 4 de abril de 2018. O único dele em toda a campanha da temporada 2017/2018.
Na temporada anterior, registrou apenas três. Números que não condizem com a imagem de artilheiro do camisa 9, que contribuiu com sete gols em dez partidas na edição 2014/2015, na qual o Barcelona ficou com o título.
Na temporada 2015/2016, apesar da queda nas quartas de final, teve desempenho individual ainda melhor: oito gols em nove jogos.
Suárez poderá justificar que, apesar da seca, passou a ser mais solidário. Até aqui na Champions, já são cinco assistências, mais do que Messi, que tem três. O argentino, porém, tem oito gols marcados e é o artilheiro do torneio, justamente o que tem faltado ao uruguaio fora da Espanha.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--