Tecnologia

Especialista alerta sobre golpe no whatsapp e dá dicas de como recuperar sua conta hackeada

Um golpe através do WhatsApp está fazendo vítimas por todo o Brasil. Os criminosos usam os dados presentes em anúncios online para clonar o WhatsApp de usuários e com isso tentar pedir dinheiro para familiares e amigos da vítima, se fazendo passar pela pessoa.

A agência especializada em mídias sociais MF Press Global foi uma das primeiras a notificar sobre o golpe quando um de seus clientes foi vítima do golpe e teve seu WhatsApp clonado. Com isso, Fabiano de Abreu, CEO da MF Press Global, recebeu uma mensagem do criminoso se fazendo passar pelo seu cliente, pedindo a transferência de R$ 1790,00: “O golpe, ao meu ver, é muito similar aos sistemas similares ao Ardamax. O hacker chama as pessoas que parecem ser amigos, conhecidos ou familiares mais próximos e se passa pela pessoa para pedir dinheiro usando uma escrita correta e poucas palavras, que sejam neutras o suficiente para não levantar suspeitas”. Também vítima do golpe, o famoso nutricionista Leone Gonçalves que tem muitos clientes em todo Brasil, caiu no golpe, foi hackeado e teve diversos clientes que teve que ser avisado pelo profissional para que não caísse no golpe. “Logo que me avisaram do golpe, tratei de fazer o procedimento de denúncia e recuperação e simultaneamente.” disse o nutricionista. 

 

Como funciona o golpe

Os criminosos usam informações encontradas em plataformas como o OLX e o Mercado Livre, podendo ser outro, que em geral pedem um número de telefone para cadastro dos interessados nos produtos anunciados, e assim os criminosos pegam o número de telefone e mandam mensagens à vítima, dizendo que é preciso enviar um código de confirmação que chegará via SMS para terminar o cadastro.

Contudo, esse código é, na verdade, o autenticador de duas etapas do WhatsApp da vítima, que é a última peça necessária para o golpista clonar a conta. Assim que a clonagem acontece, a vítima perde acesso ao aplicativo, que passa a ser controlado pelo criminoso, que entra em contato com amigos e familiares da vítima para pedir dinheiro.

Como o processo acontece de forma muito rápida, antes mesmo que  usuários desatentos acabam acreditando na história.

 

Como evitar cair neste novo golpe

Fabiano de Abreu diz que é importante perceber que algo não condiz com o discurso regular daquela pessoa e avisar ao real dono da conta: "Eu sugiro que a pessoa ligue para o remetente da mensagem confirmando se é ele mesmo ou até mesmo para alertá-lo ou envie mensagens nas outras redes sociais para confirmar que é ele mesmo”. 

Além disso, o especialista também revela que todos os dias chegam relatos de pessoas que já sofreram com esse tipo de tentativa de invasão. Para se proteger do golpe é necessário ter a verificação em duas etapas do WhatsApp ativada e ficar atento ao receber e-mails de serviços que deixam dados de contato expostos publicamente.

 

Como recuperar seu WhatsApp hackeado?

Abra o WhatsApp no seu celular, clique no ícone de menu, em forma de três pontos verticais, selecione WhatsApp Web, toque no botão Sair de todas as sessões, confirme clicando em Sair.

Caso remover o WhatsApp Web não tenha funcionado, será necessário pedir a desativação de sua conta.

Abra seu aplicativo de email e envie uma mensagem para o endereço support@whatsapp.com e copie e cole esse texto no corpo do email: “Lost/Stolen: Please deactivate my account”. Lembre-se de colocar seu número de celular — com código de país e DDD — para que identifiquem qual conta devem desativar.

Após fazer a desativação, você terá 30 dias para reativar sua conta caso tenha encontrado um meio de recuperá-la. Depois desse período, todos os dados da sua conta serão apagados.

Depois destes procedimentos, restaure seu celular com os padrões de fábrica para eliminar qualquer coisa que seja suspeita e esteja no seu celular. 

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--