Turismo e Lazer

Turismo no Paraná tem o melhor desempenho do ano em outubro

A atividade turística no Paraná obteve o melhor desempenho do ano em outubro. De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Estado apresentou crescimento de 5,4% no mês, incremento acima da média nacional, que ficou em 1,5%. O desempenho do Estado foi impulsionado, principalmente, pelo aumento da receita de empresas de locação de automóveis, de restaurantes e hotéis.

O resultado colocou o Paraná na vice-liderança no ranking brasileiro do turismo no período, atrás apenas do Rio de Janeiro (5,8%), mas à frente de estados com tradição no setor, como Santa Catarina (3,5%) e Bahia (3,1%).

Os números reforçam a opção do governo por fazer do turismo propulsor do desenvolvimento econômico e social do Estado. O governador Carlos Massa Ratinho Junior destaca diversas ações implantadas para difundir as belezas naturais do Estado como forma de ampliar a atração de turistas.

Ele cita a mudança no perfil da TV Educativa, que passou a se chamar Paraná Turismo, priorizando temas e programas ligados à área; e a criação dos Jogos de Aventura e Natureza que atraíram 20 mil atletas e mais de 90 mil pessoas nas oficinas voltadas para a comunidade em 26 municípios de diversas regiões. “O Paraná tem um grande potencial para o turismo de natureza, uma indústria limpa que gera milhões de empregos, com capacidade para desenvolver muitos pontos do Estado”, afirma Ratinho Junior.

FOZ DO IGUAÇU – Há também das ações para incrementar o turismo em Foz do Iguaçu, o principal polo do setor no Paraná e um dos primeiros do Brasil. O governador destaca a publicação, pela Infraero, do edital de licitação do projeto de ampliação da pista do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. O edital foi publicado em outubro.

Atualmente a pista do Aeroporto de Foz do Iguaçu tem 2.195 metros de comprimento por 45 metros de largura, é uma pista curta pra decolagem de voos de longa distância. A nova pista terá 2,8 mil metros, 605 metros a mais que a atual. A obra deve custar R$ 70 milhões e os recursos serão disponibilizados pela Infraero. A estimativa é triplicar o número de turistas que visitam Foz do Iguaçu com a ampliação da pista.

VERÃO MAIOR – Secretário do Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes ressaltou que a evolução apresentada em outubro deve ter continuidade nesta virada do ano, com a aproximação da temporada de verão, com destaque para as ações especialmente no Litoral paranaense. O Verão Maior, que reúne um conjunto de ações e serviços do Governo do Estado destinado a turistas e moradores, será oficialmente aberta no próximo dia 21.

“O Paraná vai se consolidando como um dos principais destinos turísticos do Brasil. Temos certeza de que teremos um verão especial, com praias limpas e estruturadas para receber as pessoas”, afirmou Nunes.

REGIONALIZAÇÃO – Hudson José, secretário de Estado da Comunicação Social e Cultura, reforça que o Paraná consegue reunir uma série de atrativos, em regiões distintas, para diferentes perfis de turistas. Ele citou o turismo de aventura nas cachoeiras gigantes de Prudentópolis, o Litoral, o turismo de negócios nas grandes cidades como Curitiba, e o religioso em diversas localidades, com destaque para Lunardelli. “O Paraná é um polo de atração que consegue agradar turistas dos mais variados perfis”, diz.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--