Cotidiano

Unidades da Copacol registram grande volume de chuva

Copacol

Depois de meses de estiagem, a chuva voltou com maior intensidade na região, em especial nos municípios do raio de atuação da Copacol.

Sempre bem-vinda, apesar dos impactos já causados na produtividade do milho segunda safra, a chuva ameniza os danos em algumas lavouras.

“Já temos perdas de produtividade que são irreversíveis, porém, neste ano, observamos que nas áreas com colheita em andamento, a produtividade é boa, mas naqueles plantios que foram realizados mais no fim da janela, ou seja, em fevereiro, a produtividade é mais baixa”, explica o engenheiro agrônomo da Cooperativa Tiago Madalosso.

Segundo ele, dependendo da região e da época de plantio, a diferença será grande na produção das lavouras de milho.

Acompanhe o volume acumulado da chuva registrado em algumas Unidades da Copacol até o período da manhã desta sexta-feira (22):

CPA 200 mm

Universo 166 mm

Formosa do Oeste 90 mm

Melissa 220 mm

Central Santa Cruz 240 mm

Capanema 125 mm

Palmitolândia 280 mm

Jesuítas 160mm

Jotaesse 250mm

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--