Agronews

Vantagens da adubação orgânica na cultura do tomate

Vantagens da adubação orgânica na cultura do tomate

Imagem Ilustrativa/ Pixabay

A adubação orgânica tem como fundamentos básicos a utilização de resíduos orgânicos sendo estes de origem animal, vegetal, agroindustrial e outros. A adubação orgânica deve ser feita de acordo com a disponibilidade desse insumo na propriedade. A aplicação deve ser feita com a antecedência de pelo menos quinze dias antes do transplante, misturado ao adubo químico de plantio e a terra.

Não há como se definir a quantidade exata de fertilizantes que possam ser aplicados para o suprimento das necessidades das plantas. De maneira geral, acredita-se que 50% do nitrogênio, 30% do fósforo e 70% do potássio adicionado como esterco estejam disponíveis para as plantas. 

Entre as vantagens do uso da adubação orgânica, citam-se as seguintes:

    • Eleva a capacidade de troca de cátions, notadamente em solos arenosos ou intemperizados;
    • Contribui para uma maior agregação das partículas do solo;
    • Reduz a plasticidade e a coesão do solo, favorecendo as operações de preparo, bem como amontoa e cultivos;
    • Aumenta a capacidade de retenção de água;
    • Concorre para maior estabilidade da temperatura do solo;
    • Aumenta a disponibilidade de nutrientes pelo processo de mineralização;
    • Contribui para a diminuição da fixação do fósforo no solo.

Texto retirado do Portal Embrapa Hortaliças

 

Veja na integra clicando aqui.

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
RECEBA NOSSA NEWSLETTER EM SEU EMAIL

Deixe seu email aqui. Preservamos sua privacidade.