Mundo

Venezuela já teve mais de 2.000 presos políticos em 2019, diz ONG

Levantamento divulgado nesta terça-feira (7) por uma ONG venezuelana revela que o país já registrou mais de 2.000 detenções por motivos políticos apenas neste ano.
Segundo a Foro Penal, organização de defesa dos direitos humanos, a maioria das detenções ocorreram durante protestos contra o governo do ditador Nicolás Maduro.
Ao todo, foram registradas 2.014 detenções.
Segundo Alfredo Romero, diretor da ONG, que é crítica a Maduro, mais de 800 pessoas ainda continuam presas.
Após a fracassada tentativa de derrubar Maduro liderada pelo opositor Juan Guaidó, no último dia 30, 338 pessoas, entre civis e militares, foram detidas.
A Promotoria Venezuelana disse registrar "aproximadamente 233 pessoas detidas" após o levante.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--