Economia

Brasil mantém expansão desacelerada da economia, aponta relatório anual da ONU

Dados divulgados pela ONU em seu relatório anual sobre a economia mundial mostram que o caminho para a recuperação econômica não será como o previsto pelo Ministério da Economia. A pasta estimou que a expansão em 2020 será de 2,4%, enquanto a ONU aponta índice de 1,7%. A taxa é 0,8 pontos percentuais inferior ao que a própria entidade estimava para o Brasil, em 2019.

O relatório também prevê expansão para 2021, no entanto, ainda abaixo do previsto. Segundo as Nações Unidas, a expansão será registrada no Brasil, com alta de 2,3%. Caso se confirme, o crescimento será mais uma vez abaixo da média mundial, que deve ser de 2,7%. 

Os dados revelam um comportamento similar ao do ano passado, quando a ONU estimava que a economia brasileira teria uma expansão de 2,1%, mas chegou a uma taxa de apenas 1%, contra 2,5% na média da economia mundial.

RECEBA NOSSA NEWSLETTER EM SEU EMAIL

Deixe seu email aqui. Preservamos sua privacidade.