Economia

Cesta Básica diminui 1,17% em outubro em Cascavel

Banco de imagens Freepik

Segundo dados levantados pelo projeto de extensão “Determinação Mensal do custo de Cesta Básica de alimentação em Cascavel-PR” da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) no mês de outubro, o valor da Cesta Básica individual de alimentos, no município de Cascavel, comparado ao mês anterior, sofreu uma queda de 1,17% passando de R$ 359,25 para R$ 355,04.

Dos treze produtos pesquisados em Cascavel, três tiveram aumento acentuado em comparação aos demais produtos. Os itens que registraram maior elevação no preço foram: arroz (15,55%), tomate (6,96%) e batata (6,69%).  

Por outro lado, alguns produtos apresentaram queda. Os itens que registraram maior variação negativa foram: banana (27,71%), leite (7,28%), farinha de trigo (7,02%) e pão francês (6,67%). A queda elevada da banana e resultado do aumento da temperatura, que acelera o processo de maturação do fruto, elevando seu estoque e a oferta no mercado. Em relação ao leite, a diminuição ocorrida em outubro resulta de uma tendência sazonal de queda a partir de setembro, dado aumento na produção da regia o Sul do Brasil, elevando a oferta. A diminuição dos preços da farinha e do pão está o relacionadas ao fato do preço médio do trigo ser o menor do ano no Paraná, barateando a farinha de trigo e, consequentemente o pão francês.

Segundo o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em termos nacionais, houve aumento nos preços da carne, óleo de soja e farinha de trigo na regia o Centro-Sul, contrariando os resultados de Cascavel, dada queda de preço tanto no óleo de soja (1,10%) quanto na farinha de trigo (7,02%). Dos três produtos em destaque, somente a carne acompanhou a tendência nacional de aumento, variando em 3,23%.

 

Poder de compra

A queda no valor da Cesta Básica Individual de Alimentos, em Cascavel, fez com que o a quantidade de gastos com alimentos no salário mínimo bruto passasse de 36% para 35,58%. Já em termos de salário mínimo líquido, seu peso variou de 39,13% para 38,67%. Portanto, diferentemente do mês de setembro, houve um pequeno aumento no poder de compra do trabalhador.

Na região Sudoeste do Paraná, o Valor da Cesta Básica Individual apresentou queda somente em Dois Vizinhos com uma variação de 1,32%. Por outro lado, Pato Branco teve um aumento de 2,50%, fazendo com que o gasto com Cesta Básica de Alimentação fosse de R$ 330,47. Em Francisco Beltrão, a variação nesse indicador foi de apenas 0,46%, sendo que há destaque para a queda, pelo segundo mês consecutivo, no preço do tomate, que foi de 8,18%.

 

Salário Mínimo

A queda de 1,17% no valor da Cesta Básica Individual provocou uma queda de mesma magnitude no valor da Cesta Básica Familiar com alimentação. A Cesta, em Cascavel, passou de R$ 1.077,74 em setembro para 1.065,13 em outubro de 2019. Assim, o salário mínimo necessário para a compra de alimentos e outros itens básicos para uma família de dois adultos e duas crianças em Cascavel caiu de R$ 3.018,02 em setembro para R$ 2.982,71 em outubro de 2019. Considerando a queda no valor da Cesta Básica a partir do parâmetro nacional, o salário mínimo necessário nacional caiu de R$ 3.980,82 para R$ 3.978,63 entre setembro e outubro. O salário mínimo necessário nacional é 3,99 vezes maior do que o salário mínimo vigente.

 

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--