Comportamento

Luciana defende manutenção das bolsas da CAPES no Paraná

Thea Tavares - Assessoria de Comunicação

Divulgação

Deputada paranaense formalizou pedido ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, esta semana durante sessão remota da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

Por meio de requerimento de envio de expediente ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, aprovado em sessão remota da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) esta semana, a deputada estadual Luciana Rafagnin (PT) defende junto ao governo federal a manutenção das bolsas da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

A deputada justifica o pedido, lembrando ao governo federal que desde o início do ano a CAPES vem reduzindo a oferta de bolsas de pós-graduação nas instituições de ensino superior e, com isso, as universidades públicas vêm perdendo bolsistas de diversas áreas, o que compromete a continuidade dos trabalhos científicos iniciados.

"Apenas na Universidade Estadual do Oeste do Paraná – Unioeste, por exemplo, de 2019 para 2020, houve corte de 14,52% das bolsas de demanda social (DS), tal corte representa a interrupção de pesquisas, representa menos interação dos profissionais das universidades com a sociedade, menos desenvolvimento social e econômico, principalmente para os municípios do interior do estado", argumenta a deputada.  

"Reconhecendo a importância do trabalho científico, da pesquisa, do conhecimento gerado nos programas de pós-graduação das universidades públicas, solicita-se que as medidas tomadas sejam reavaliadas, a fim de proteger e garantir a produção científica paranaense", diz o documento.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--