Agronews

Cultura de Trigo gera grandes expectativas no país

A safra de trigo 2019/20 esta gerando grandes expectativas para os produtores e para o comércio do país. A produção brasileira de trigo deve atingir 5,5 milhões de toneladas em 2019, segundo Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado corresponde a um crescimento de 7,1% em comparação com a previsão anterior e a aumento de 3,9% quando comparado com 2018.

Os fundamentos que têm elevados os preços do trigo mundialmente são menor oferta, estoques baixos, demanda aquecida, dificuldade de compras externas e, no Brasil, também políticas governamentais, como aumento do preço mínimo de garantia do governo e maior limite de crédito. A possibilidade de exportação de trigo brasileiro é mais um fator que tem estimulado o crescimento da produção

O rendimento médio (2.801 kg/ha) foi estimado com alta de 10,1% em relação ao mês anterior. No Paraná, maior produtor brasileiro (59,8% do total), a produção deve atingir 3,3 milhões de toneladas. Segundo o IBGE, a produção (12,8%) e o rendimento médio (19,1%) aumentaram em relação a março. Para o Rio Grande do Sul, segundo maior produtor brasileiro de trigo (25,9% da produção), foi estimada uma produção de 1,4 milhão de toneladas.

De acordo com o engenheiro agrônomo Alexandre Almendros, a cultura de trigo esta se desenvolvendo de forma positiva na região, mas é preciso manter alguns cuidados para uma melhor produção. “Na área de ação da Copacol, estamos com 100% do trigo semeado, a cultura vem tendo um ótimo desenvolvimento, então a gente recomenda o produtor para aquelas áreas que ainda permite, esteja entrando coma adubação nitrogenada, que aumenta bem o teto produtivo do trigo. É preciso também estar atento à praga que esta tendo bastante incidência, que é o ataque de lagarta, então que o produtor esteja prevenido a isso e procure o departamento técnico e veja uma orientação para o controle da mesma.”

Segundo o Departamento de Economia Rural (Deral), no Paraná, o plantio de trigo avançou para 11% da área até a véspera, com as lavouras em condições bem melhores do que há um ano. Em uma semana, a semeadura aumentou em 7 pontos percentuais, ao passo que em igual momento de 2018 os trabalhos de campo estavam apenas começando, com a implantação atingindo só 1% do total projetado. Parte dessa aceleração em 2019, o grande fator foi às condições climáticas favoráveis.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--