Saúde

Nota orienta sobre cuidados com os trabalhadores da Saúde

Agência de Notícias do Paraná

A nota orientativa elenca sinais e sintomas relacionados à saúde mental que podem comprometer o profissional de saúde,

A Secretaria de Estado da Saúde publicou a nota orientativa (nº 49) com recomendações aos gestores dos serviços de saúde sobre os cuidados com a saúde mental dos trabalhadores da área em razão da pandemia da Covid-19.

O documento sugere ações para organização dos serviços, cuidados específicos aos trabalhadores da saúde e também para pós-pandemia. 

A nota orientativa elenca sinais e sintomas relacionados à saúde mental que podem comprometer o profissional de saúde, como alterações do sono (pesadelos, insônia ou hipersonia), alterações de apetite (falta ou excesso de fome), irritabilidade, dificuldade para relaxar e “desligar-se” do trabalho, dores generalizadas no corpo, sintomas psicossomáticos, falta de concentração, desânimo ou excitabilidade e aceleração, medo, insegurança, cansaço extremo, inquietação, tristeza, preocupação, confusão, descrença, desmotivação, falta de esperança, tremores sem explicação, ansiedade, angústia, abuso de drogas lícitas ou ilícitas.

Para a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes, o cuidado à saúde mental é essencial. “Cuidar do paciente é também cuidar do profissional. Direcionamos, sugerimos e recomendamos cuidados, e o que queremos é que as orientações sejam efetivadas em todos os estabelecimentos que tenham profissionais da saúde atuando.”

A nota está em consonância com o tema que marca o mês de setembro: a saúde mental.  

ORIENTAÇÕES – O documento está organizado em três partes, uma voltada para ações de gestão e organização dos serviços; outra para os cuidados com os trabalhadores, e a terceira para o período pós-pandemia.

Na organização do serviço a Secretaria da Saúde orienta o gestor à atuação de conduzir estratégias e práticas que estimulem os profissionais a terem momentos de reflexão e cuidados à saúde mental. Sugere práticas como ‘Assegurar tempo para pausas, intervalos e descanso dos trabalhadores nas intensas jornadas de trabalho’.

Para os cuidados específicos com os trabalhadores de saúde, constam ações que vão desde a avaliação, as práticas integrativas e complementares em Saúde, e também “estimular e orientar os profissionais da saúde para a notificação dos Transtornos Mentais Relacionados ao Trabalho.”

Na terceira parte do documento, as orientações são para o período pós-pandemia com ações voltadas para o favorecimento do reestabelecimento das rotinas. A preocupação é com o retorno dos profissionais aos fluxos de trabalho após a atividade intensa de atuação no enfrentamento à pandemia.

Dessa forma, a Secretaria orienta a ‘Organizar o fluxo de cuidado e a estruturação da Rede de Atenção Psicossocial’ e a volta aos possíveis profissionais com alguma condição que comprometa a saúde mental.

A Secretaria publicou até o mês de setembro 49 notas orientativas. Os documentos são todos voltados para temas ligados ao enfrentamento da pandemia pelo novo coronavírus. Para consultar todos os documentos clique no menu Notas Orientativas acessando pelo link.

www.saude.pr.gov.br/Pagina/Coronavirus-COVID-19

 

Leia também: 

SUS completa 30 anos com conquistas e desafios

Governo brasileiro confirma intenção de aderir à Covax

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:

Links da Nota Orientativa 49: AQUI.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--