Tecnologia

Tradutor instantâneo e TV ajustável são novidades em feira tecnológica

Os produtos foram destaques na principal feira mundial de eletrônicos

Um tradutor instantâneo de voz, um celular dobrável,TVs com altura “ajustável" e novos óculos com realidade aumentada. As grandes novidades tecnológicas do ano (e, talvez, do futuro próximo) foram apresentadas nesta semana na CES, principal feira de eletrônicos do mundo, realizada nos Estados Unidos. O evento reuniu as principais marcas para apresentar novos produtos, que podem ou não virar grandes sucessos em lojas de todo o mundo.

O conglomerado Google ganhou destaque com um tradutor instantâneo de conversas em distintos idiomas. Diferentemente do já fornecido Google Translator, no qual era possível obter falas e textos nem dezenas de línguas desejadas, o  recurso possibilitará conversas em tempo real entre pessoas falando idiomas que não compreendem.

Intérprete

A funcionalidade será incluída no assistente do Google, instalado no aplicativo Google Home, que coordena diversas aplicações de conectividade com atividades domésticas, como assistir TV (o Google Chromecast) ou realizar operações em eletrodomésticos (como ligar, desligar ou regular intensidade e outros parâmetros).

O "intérprete" em tempo real também será implantado nos dispositivos inteligentes do grupo, como o “Relógio Inteligente” (Smart Clock), um equipamento com tela com funcionalidades mais simples de computador e que disponibiliza diversos tipos de informações.

O tradutor faz parte da complexificação dos assistentes virtuais do Google. O grupo trava feroz competição neste mercado com a Amazon, que lidera mundialmente com seu assistente Alexa. Na CES, o Google anunciou também que incluirá seu assistente no Google Maps, como forma de “auxiliar” os usuários do aplicativo. Com isso, pode também entrar em dispositivos de marcas com outros assistentes, como os smartphones ...

Cafè Gosto Bom

... e computadores Apple (carregados com o assistente Siri).

Celulares “dobráveis”

Um modelo de celular “dobrável” chamou a atenção na feira. A empresa chinesa Royole apresentou um “híbrido” de smartphone e tablet com essa flexibilidade na sua tela, o Royole Flexpai. Em sua forma “aberta”, ele torna-se um tablet. Em sua forma “dobrada”, ele assume a estrutura de um celular com duas telas, uma na frente e outra no verso.

A inovação foi celebrada por participantes da feira e veículos especializados em tecnologia como o primeiro smartphone dobrável do mundo. Essa propriedade técnica de aparelhos celulares já havia sido pensada e projetada em anos anteriores, mas foi a primeira vez que uma empresa, desconhecida, conseguiu apresentar um modelo.

TVs “ajustáveis” e inteligentes

A LG lançou uma televisão de 65 polegadas (OLED TVR) “ajustável”. Como uma “cortina ao contrário”, sua tela sai de uma base e pode ser manejada para ter diferentes alturas, assumindo diferentes formas. Quando não está em uso, pode ser “recolhida” para não ficar visível ou exposta. Além disso, o aparelho traz altíssima resolução em 8K.

Na disputa do mercado de TVs, o tamanho segue sendo um diferencial competitivo desejado. A LG lançou também uma TV de 88 polegadas. A Samsung apresentou um aparelho de 219 polegadas, denominado para efeitos de marketing da empresa como o modelo “O muro” (The Wall). Pelas dimensões, apresenta uma espécie de parede de um cômodo de uma residência, com tecnologia microled e definição 8k, adaptada pelo equipamento mesmo que o conteúdo original seja em definição menor.

Outra fronteira da concorrência no mercado de TVs é a inclusão de agregadores de conteúdos. Os modelos da Samsung passarão a incorporar a loja de conteúdos audiovisuais da Apple, a Apple Play. Mas também serão compatíveis com assistentes, como Alexa, da Amazon, e Google Home.

Attendees look over Changhong 8K CHiQ televisions during the 2019 CES in Las Vegas, Nevada, U.S. January 9, 2019. REUTERS/Steve Marcus
Televisões com definição 8K são apresnetadas na CES 2019, em Las Vegas, nos Estados Unidos - Steve Marcus/Reuters/Direitos reservados 

A própria Samsung entrou no mercado dos sistemas inteligentes domésticos com o Family Hub, que conecta dispositivos inteligentes, e até mesmo com um repositório de conteúdos de gestão coletiva, que chamou de “Tela familiar” (Family Board), uma espécie de “quadro de avisos” bastante sofisticado que pode disponibilizar fotos em qualquer eletrodoméstico com telas.

Realidade aumentada

Outra inovação exposta na CES foi um óculos com realidade aumentada da empresa chinesa Nreal. Essa tecnologia é uma das professadas tendências dos próximos anos, ao permitir a inclusão de elementos gráficos em 3D na realidade percebida. Mas para fazer isso, os dispositivos de visão são um desafio central. É este obstáculo que a firma chinesa visa ultrapassar, colocando no mercado um produto que permita o uso dessas funcionalidades.

Os óculos projetam imagens de resolução de 1080p e pesa pouco. O objetivo dos fabricantes (e de outros, como Google com seu Google Glass e Microsoft com Hololens) é que os óculos sejam uma espécie de “tela definitiva”, substituindo computadores, notebook e TVs.

Hambúrguer “impossível”

Mas não são só produtos eletrônicos apresentados na feira. A empresa “Comidas Impossíveis” (Impossible Foods) mostrou seu sanduíche feito sem carne, em umasubstância que simula esse alimento criada em laboratório. Profissionais de imprensa da mídia especializada que provaram o hambúrguer reportaram que o substituto tem gosto muito semelhante ao da carne.

O recheio é feito a base de proteína de soja, gordura, temperos e algumas substâncias. Estas, elaboradas a partir de plantas, são substâncias que replicam o sabor da carne frita ou grelhada, utilizada em sanduíches deste tipo. A empresa, do Vale do Silício, nos Estados Unidos, lançou seus hambúrgueres em outros locais, como Cingapura.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--